Facebook Twitter Youtube Linkedin |

A importância do público na construção de um plano de mídia

Por muito tempo, a construção e investimento em publicidade em mídia era focada apenas no que realmente interessava para uma marca: se divulgar. Com o passar dos anos e com a chegada da internet, a preocupação na construção da imagem por meio da publicidade e outros canais se tornou ainda maior. A comunicação no ambiente online evoluiu, surgiram novos canais interativos e personalizados, houve uma mudança significativa do papel do consumidor e com isso foi preciso que as empresas se reinventassem para acompanhar a nova tendência de comportamento. A estratégia mudou e a assertividade em branding também.

Segundo o estudo “Neoconsumidor – decifra-me ou te devoro”, conduzido em 11 países pela GS&MD – Gouvêa de Souza, 73% dos internautas já utilizam a internet para fazer comparação de preços, e 53% dos consumidores brasileiros se incomodam quando suas lojas preferidas não vendem também pela web. Mais ainda, outro dado destaca que cerca de 42% da população brasileira gostaria de receber promoções e propagandas pelo celular – especialmente os clientes entre 25 e 44 anos das classes C e D.

Esses dados mostram o quanto e como o comportamento do consumidor na internet se modifica. Hoje, os clientes são considerados influenciadores digitais, ditam regras e corroboram para um plano estratégico das marcas, que têm um direcionamento do que deve ou não fazer para atraí-lo. Antes mesmo das empresas criarem um plano de construção de imagem, o público com quem irá conversar se torna o primeiro passo a ser estudado e definido.

É notório que não basta apenas dar acesso à população, mas também é preciso que ela tenha mais informações sobre as marcas e possa usufruir de um conteúdo que auxilie em seu dia a dia. O consumidor está cada vez menos fiel aos canais tradicionais e mais conectado aos digitais, não só para se manter antenado com os acontecimentos diários, mas também para buscar informações a respeito de alguma marca, serviço ou produto.

Por isso, a elaboração do branding para conhecer melhor o poder do seu público deve ser um dos pilares mais importantes dentro de um negócio para traçar a estratégia correta de marketing. Na internet, os consumidores são muito específicos quando querem buscar algo e você pode tirar proveito disso se fizer um trabalho mais direcionado. O que eu recomendo é nichar a sua comunicação e desenvolver estratégias de marketing pensadas especificamente para esses stakeholders em movimento.

Os anunciantes precisam ter conhecimento de todas as informações pertinentes sobre perfis de compra antes de realizar uma campanha para poder despertar, em primeiro lugar, a curiosidade do público. Crie a comunicação ideal e oportunidades para oferecer conteúdos relevantes, experiências envolventes e atuar com uma distribuição assertiva de target, como manda o script. Mas crie também estratégias que vão impactar os consumidores e nos canais em que eles estão conectados.

Podemos concluir que hoje a criatividade na publicidade é força dominante no mercado publicitário, mas o público pode ser considerado uma das principais ferramentas – e posso dizer que excepcional e único. O marketing digital conquistou uma relevância maior no mercado, permitindo atuar sobre novas dinâmicas de consumo, porém só foi possível ir ainda mais longe devido a constante mudança do comportamento do consumidor que vem colaborando para que a relação marca e público fosse ainda mais importante na construção de imagem.

Leia a matéria original em: E-commerce News