Facebook Twitter Youtube Linkedin |

Fórum de Franquias discute plataformas digitais

Existe um processo global em curso de digitalização ou virtualização de praticamente tudo que existe em forma de aplicativos e interações on-line. Isso vale inclusive para o universo dos negócios.

Em virtude desse fenômeno tecnológico de transformação, a 9ª Edição do Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios terá como tema as “Plataformas Exponenciais: conexões que geram valor, ampliam oportunidades e provocam crescimento acelerado”.

O evento, que será realizado nos dias 2 e 3 de outubro no Hotel Santander, em São Paulo, tem a expectativa de reunir mais de mil empresários, CEOs e diretores em meio a painéis de debates e da presença das maiores redes de franquias no Brasil e milhares de executivos.

Conforme Lyana Bittencourt, diretora executiva da empresa responsável pela organização da ação, o Grupo Bittencourt, a cada edição, a preocupação é eleger um assunto contemporâneo para os principais interessados.

“O tema está diretamente relacionado com o modo de fazer negócios em alguns setores do mercado e isso é uma tendência que tende a ser ampliada cada dia mais”, disse a diretora ao citar empresas como o Uber e o Airbnb.

Para Lyana, o maior objetivo da atual edição do Fórum é estimular os empresários a transformarem os próprios negócios em plataformas digitais com o intuito de entrar na revolução de business virtual que vem ocorrendo nos últimos anos.

“Muitas iniciativas do mercado têm no próprio DNA todas as condições para integrarem a evolução do mercado e isso é essencial para o futuro próximo”, avaliou a diretora.

Ao todo, 400 empresas participaram da lista Top 25 feita pelo Grupo Bittencourt que elege as companhias que reúnem os atributos, que possuem terreno fértil ou que estão em vias de se tornarem o exemplo perfeito de interligação digital voltada para os negócios.

“A mudança no mercado é radical e precisamos chacoalhar quem faz parte dele porque, apesar de muito novo, o conceito das plataformas veio para ficar e tem que entrar na pauta do empresário”, descreveu.

Leia a matéria original em: Destak