Facebook Twitter Youtube Linkedin |

Propostas de presidenciáveis para segurança são “frágeis”

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública analisou uma a uma as propostas dos 13 candidatos à Presidência, registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e concluiu que as peças são tímidas e frágeis diante do cenário de avanço da criminalidade em todo o País. “Infelizmente, a segurança pública não mereceu a atenção que os números exigem: 64 mil mortes em 2017, 60 mil estupros, entre outros que somam a tragédia brasileira na violência”, resume Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum. Anuário divulgado pela entidade há duas semanas revelou que o Brasil bateu novo recorde e teve maior número de assassinatos da história com 7 mortes por hora em 2017.

Presídios

As propostas, segundo Renato de Lima, não especificam, por exemplo, como se dará a construção de respostas e políticas eficientes para o problema dos presídios.

Armas

O presidente do Fórum observa ainda que nenhum candidato detalhou medidas eficientes para o controle de armas. “O Brasil não precisa de um salvador da pátria. Infelizmente as propostas estão indo mais nessa direção do que oferecer uma solução para o País”, diz.

Lula

Embora tente passar a impressão que está fechado em torno da manutenção da candidatura do ex-presidente Lula, internamente, o PT está rachado.

Palavra final

Uma ala defende a substituição de Lula por Haddad o quanto antes. Outra insiste em manter o ex-presidente no páreo até a palavra final do TSE que tende a impugnar a candidatura do petista preso há 4 meses.

Glifosato

Deputados da Frente Parlamentar da Agricultura cobram do Planalto e da Advocacia-Geral da União uma reação à decisão da 7ª Vara do Distrito Federal, em processo movido pelo Ministério Público, que proibiu o uso de glifosato e outros agroquímicos.

Recurso

Integrante da Frente, o deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) pediu audiência na Comissão de Agricultura da Câmara para discutir a proibição e cobrou agilidade da AGU na análise de um recurso para suspender a medida judicial. “Teremos uma catástrofe alimentar se os agricultores não tiverem como aplicar o produto”, afirma.

Rádios em Sobral

As rádios Plus e Paraíso em Sobral (CE) continuam no ar, operando aguerridas, apesar de a prefeitura ter derrubado as sedes das emissoras na torre de antenas.

Desapropriação

A desapropriação foi aprovada pelo prefeito Ivo Gomes, irmão do presidenciável Ciro. As duas rádios são críticas da gestão municipal. A Coluna procurou por dias a assessoria da prefeitura, por telefone e por e-mail, e a demanda não foi respondida.

Direito de Resposta

O Sr. Antonio Roque Neves, secretário da presidência do TJ da Bahia, nega que tenha ingerência em indicação para juízes em comarcas do interior. Ao contrário do que cita em pedido de direito de resposta, a Coluna procurou, sim, por telefone e e-mail a assessoria do TJBA sobre o assunto, a qual preferiu não se posicionar.

Ponto

Em nota publicada anteriormente, também respeitosamente citamos o que a assessoria informou: que cabe apenas ao desembargador presidente a nomeação. E ponto.

Crônicas

Editor da Coluna, o jornalista e escritor Leandro Mazzini foi um dos vencedores do Prêmio Literário Cidade de Manaus com o livro de crônicas Sobre Cães e Homens.

Romance & poesia

Na categoria melhor romance, foi premiada a obra Guida ou um Bloco de Gelo, de Gislaine Bousi (MG). O melhor livro de contos foi Histórias do Fim do Mundo, de Cyro Pereira (BA). Na categoria poesia, Poesia sem Ponto, de Carlos Eduardo Canhameiro (SP).

Samba, povo

O flagrante da alegria de Cármen Lúcia e da PGR Raquel Dodge cantando felizes com Alcione mostra o samba da felicidade de quem se dá aumento de salário quando quer.

Shopping

O atual cenário e o futuro dos shopping centers serão debatidos no Latam Retail Show dos dias 28 a 30 de agosto, no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento reunirá líderes para debater como superar as barreiras do varejo e consumo.

Leia o texto na íntegra em: O Sul